Defeito do Septo Atrial

Em até 25% dos corações normais há forâmen oval permeável. O desvio do fluxo do átrio esquerdo para o direito no entanto é evitado por uma válvula em aba e ocorre somente se houver aumento da pressão atrial direita (Ostium Primum). O defeito do Ostium Secundum resulta da insuficiência da válvula em aba do forâmen oval. Outros tipos de defeitos do septo atrial incluem um defeito do ¨seio venoso¨, que se situa acima da fossa oval ( forâmen)  usualmente associado com retorno pulmonar anômalo. O defeito do Ostium Primum, que usualmente se manifesta na infância, envolve a região mais baixa do septo atrial e caracteristicamente se associa com um defeito do septo ventricular e fenda nas válvulas atrioventriculares. Na maioria dos pacientes  com defeitos septais atriais  a resistência pulmonar é normal. Quando a resistência pulmonar aumenta o desvio do fluxo de sangue da esquerda para a direita e com a Hipertensão Pulmonar o fluxo de sangue da direita para a esquerda causa cianose ( Síndrome de Eisenmenger).

Enquanto a maioria das crianças  com Defeito do Septo interatrial é assintomática, os pacientes com idade acima de 40 anos frequentemente se queixam de falta de ar aos esforços ( dispneia), palpitações e fadiga. Em qualquer idade a lesão pode ser descoberta em radiografia de tórax rotineira.

Exames complementares: Raio X de Tórax, Eletrocardiograma, Ecocardiograma, Ressonância magnética e, se necessário Cateterismo Cardíaco.

Princípios de tratamento:

O fechamento dos defeitos mediante Cateterismo Cardíaco ou Cirurgia usualmente é feito em pacientes jovens com mais que um defeito atrial septal trivial. Há dados estatísticos que afirmam que o fechamento altera a evolução normal dos problemas clínicos futuros, que ocorrem na quinta ou sexta década da vida adulta. O fechamento dos defeitos atriais diagnosticados em pacientes acima de 60 anos quase com certeza não altera a evolução normal (salvo a prevenção de fenômenos tromboembólicos).

Anúncios

2 Responses to Defeito do Septo Atrial

  1. monicke disse:

    Obrigada por tirar as minhas duvidas, pois estou com síndrome do panico depois que eu tive o segundo filho eu tive depressão pois parto e ate hoje eu tenho ele esta com 1 ano e 1 mês e essa sensação ainda não passou, mais estive pior no começo, mais quando estou atacada minha nuca doe muito meus músculos ficam rígidos e meu peito doe e fico muito tonta parece que vou desmaiar e tenho essa sensação quase todo momento, e a medica deu a medicação fluoxetina mais sei que é só para aliviar ,para acalmar e não para passar acabar com esse sintoma por isso não quis mais continuar tomando esse medicamento quero me curar sozinha. todo dia fico assim, e aquilo fica me corroendo todo dia fiz o exame pelo sus de eletro e deu alteração da repolarizacão ventricular septal. E a clinica geral disse que não preciso me preocupar pois não é nada de grave, e realmente vi que naõ é mais vi que e bom eu reduzir o sal na minha alimentação e fazer exercício mais não estou conseguindo por causa do panico. Minhas desculpas por desabafar e gostei muito do seu Site. fiquei muito feliz de saber que posso tirar minhas duvidas aqui.valeu um abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s