CAFÉ. Aroma, sabor, disposição.

cafe-riscos-beneficiosApós ter sido por décadas condenado por médicos e nutricionistas, o café volta a ter seus dias de glória.

Publicado no New England Journal of Medicine em maio 2012, estudo revela os benefícios do consumo de café.

O café é uma das bebidas mais consumidas no mundo, mas a associação entre beber café e os riscos e/ou benefícios de seu consumo não eram muito conclusivos.

Rico em cafeína, um estimulante, não era considerado como componente de uma vida saudável.

Reduzir o risco de neurodegeneração, depressão e câncer, e doenças cardiovasculares?

Está se tornando cada vez mais claro que o café é mais do que apenas uma bebida matinal rotineira. Pesquisas sugerem que o estimulante mais amplamente utilizado no mundo é benéfico numa variedade de condições de saúde.

Uma substância conhecida por aumentar a pressão arterial pode ser realmente boa para o seu sistema cardiovascular?

Apontam os estudos que o consumo de cafeína pode causar um aumento de curta duração na pressão arterial. No entanto, quando a cafeína é ingerida através do café, as elevações da pressão arterial são pequenas e os riscos de Doença Cardiovascular podem ser contrabalançados por suas propriedades protetoras.

Os grãos de café contêm compostos antioxidantes que reduzem a oxidação da lipoproteína de baixa densidade (LDL) colesterol e o consumo de café foi associado com reduzidas concentrações de marcadores inflamatórios. O consumo moderado de café foi associado também a um menor risco de doença cardíaca coronariana e novos dados sugerem que uma média de 2 xícaras por dia protege contra a insuficiência cardíaca.

De acordo com outros estudos publicados em 2011, quem consome entre 1 e 6 xícaras por dia supostamente reduziria o risco de derrame em 17%.

E enquanto o impacto do café sobre o risco de acidente vascular cerebral em pessoas com doenças cardiovasculares ainda está em questão, outro estudo apresentado no encontro Europeu de Hipertensão 2012 demonstrou que 1 a 3 xícaras por dia pode proteger contra isquemias.

Apesar da associação do café com aumento da pressão arterial, seu consumo parece beneficiar os outros aspectos da chamada “síndrome metabólica. Numerosos estudos têm relacionado o consumo regular de café com o metabolismo da glicose, a secreção de insulina, e um risco significativamente reduzido de diabetes tipo 2.

Em outras pesquisas, relacionam o consumo de café com efeitos sobre a cognição, e outro estudo publicado no Journal of Alzheimer mostrou que os pacientes com comprometimento cognitivo leve que consumiam aproximadamente 3 a 5 xícaras de café por dia evitaram a progressão para demência. Câncer, depressão, e até para perda de peso foram realizadas pesquisas.

Como é freqüentemente, com os benefícios vêm os riscos, e o consumo de café certamente tem efeitos negativos a considerar. Além do referido aumento potencial da pressão arterial, o café pode incitar ou piorar a ansiedade, insônia e tremor, elevar o risco de glaucoma.

Tome um café de boa qualidade, em torno de 400 ml/dia( 2 xícaras) e sentirá os benefícios dessa bebida maravilhosa.

Nutricionista Sandra M. S. Evers
CRN2-0390
Ambulatório H.N.S. da Conceição
GHC – Ministério da Saúde

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s