Tratamento do Colesterol Elevado

TERAPIA NUTRICIONAL DA HIPERCOLESTEROLEMIA

RECOMENDAÇÕES DIETÉTICAS PARA O TRATAMENTO DA HIPERCOLESTEROLEMIA

Nutrientes | Ingestão Recomendada

Gordura Total | 25 a 35% das calorias totais

Ácidos graxos saturados | ≤ 7% das calorias totais

Ácidos graxos poliinsatrados | ≤ 10% das calorias totais

Ácidos graxos monoinsaturados | ≤ 20% das calorias totais

Carboidratos | 50 a 60% das calorias totais

Proteínas | Cerca de 15% das calorias totais

Colesterol < 200 mg/dia

Fibras | 20 a 30 g/d

Calorias | Ajustar ao peso ideal

Grau de Recomendação I, nível de evidência B

.

ALIMENTOS RICOS EM COLESTEROL

(Aumentam o colesterol sanguíneo)

Alimentos de Origem Animal

– Vísceras

– Leite integral e seus derivados

– Embutidos

– Frios

– Pele de aves

– Frutos do Mar (ostra, camarão, marisco)

ALIMENTOS RICOS EM ÁCIDOS GRAXOS SATURADOS

(Aumentam o colesterol sanguíneo. Principal causa)

Alimentos com Gordura Animal

– Carnes gordurosas

– Leite integral e seus derivados

– Polpa e leite de Côco

– Alguns óleos vegetais (Dendê)

.

ÁCIDOS GRAXOS INSATURADOS

POLIINSATURADOS

ÔMEGA-6

CT e LDL-c (Incoveniente em grande quantidade)

> Oxidação Lipídica

↓ HDL-c

Linoléico (essencial)

Fontes Alimentares

Óleos Vegetais

– Soja

– Milho

– Girassol

ÔMEGA-3

CT e LDL-c (Incoveniente em grande quantidade)

> Oxidação Lipídica

↓ HDL-c

↓ TG

↓ Viscosidade Sangue

> Relaxamento endotelial

Efeitos antiarrítmicos

Alfa-linolênico

Fontes Alimentares

Soja, canola e linhaça

Eicosapentaenóico-EPA

Docosaexaenóico-DHA

Fontes Alimentares

Peixes de águas frias (cavala, sardinha, salmão)

MONOINSATURADOS

ÔMEGA-9

↓ CT E LDL-c

Sem oxidação lipídica

Não ↓ HDL-c

Oléico

Fontes Alimentares

– Óleo de Oliva

– Óleo de Canola

– Azeitona

– Abacate

– Oleaginosas (amendoim, castanhas, nozes, amêndoas)

.

ÁCIDOS GRAXOS TRANS

Sintetizados durante o processo de hidrogenização dos óleos vegetais

Fontes Alimentares

– Sorvetes cremosos

– Chocolates, pães recheados

– Molhos para salada

– Sobremesas cremosas, biscoitos recheados

– Alimentos com consistência cremosa (nuggets, croissants e tortas)

– Bolos industrializados

– Margarinas duras

↑ LDL-c e TG

↓ HDL-c

↑ LDL-c/HDL-c

◊ Recomenda-se que a quantidade total de gordura trans deve ser < que 1% das calorias totais da dieta

Grau de Recomendação IIa, nível de evidência D

.

FIBRAS

SOLÚVEIS

Pectina

Frutas

GOMAS

– Aveia

– Cevada

– Leguminosas

(feijão, grão de bico, lentilha e ervilha)

↓ O tempo de trânsito gastrointestinal e a absorção enteral de colesterol

↓ CT moderadamente

INSOLÚVEIS

CELULOSE

– Trigo

HEMICELULOSE

– Grãos

LIGININA

– Hortaliças

Aumentam a saciedade

Auxiliam na ↓ ingestão calórica

Não atuam na colesterolemia

◊ Recomendação de ingestão de fibra alimentar para adultos é de 20 a 30 g/dia, sendo 5 a 10 g de fibras solúveis

Grau de Recomendação IIa, nível de evidência B

.

FITOSTERÓIS

ß-sitosterol encontrado apenas nos vegetais

↓ O colesterol por competirem com a absorção do colesterol na luz intestinal

2 g/dia

↓ LDL-c 10 a 15% não altera Tg e HDL-c

◊ Dieta balanceada com quantidades adequadas de vegetais fornece 200 a 400 mg de fitosteróis

.

PROTEÍNA DE SOJA

Fontes Alimentares

25 g/dia

– Feijão de Soja

– Óleo de Soja

– Queijo de Soja (Tofu)

– Molho de Soja (Shoyu)

– Farinha de Soja

– Leite de Soja

– Concentrado Protéico de Soja

LDL-c 6%

Dados contraditórios TG e HDL-c

Grau de Recomendação IIa, nível de evidência B

.

ANTIOXIDANTES

(Flavonóides)

Prevenção da Aterosclerose

Por inibirem a oxidação das LDL

Fontes Alimentares

– Frutas (cereja, amora, uva, morango, jabuticaba)

– Grãos

– Sementes

– Castanhas

– Condimentos

– Ervas

– Bebidas (vinho, suco de uva e chá)

◊ Alimentação ricas em frutas e vegetais fornece doses apropriadas de substâncias antioxidantes

Grau de Recomendação IIa, nível de evidência D

◊ Não há evidências de que suplementos de vitaminas antioxidantes previnam a aterosclerose, não sendo recomendados

Grau de Recomendação III, nível de evidência A

.

TERAPIA NUTRICIONAL DA HIPERTRIGLICERIDEMIA

HIPERTRIGLICERIDEMIA

QUILOMICRONEMIA

↓ A ingestão de gordura total
(máximo de 15% das calorias totais)

SECUNDÁRIA

– Obesidade

– Diabete

. Dieta hipocalórica

. Controle da hiperglicemia

. Adequação do consumo de carboidratos e gorduras

. Restrição total ao álcool

Grau de Recomendação IIa, nível de evidência D

.

ATIVIDADE FÍSICA

– Tratamento da DAC

– Controle das dislipidemias

↓ TG

↑ HDL-c

Exercícios aeróbicos

(caminhadas, corridas leves, ciclismo, natação)

Três a seis vezes por semana

Sessões de duração de 30 a 60 minutos

Recomenda-se intensidade =  a zona-alvo

ZONA-ALVO

60 a 80% da frequência cardíaca máxima (FC máx) estimada no teste ergométrico

ZONA ALVO

Na vigência de beta-bloqueadores – de 60 a 80% da FC máxima obtida no teste ergométrico

Grau de Recomendação I, nível de evidência A

.

CESSAÇÃO DO TABAGISMO

Medida fundamental e prioritária na prevenção da aterosclerose

Grau de Recomendação I, nível de evidência D

MÉTODOS DE SUPORTE DE CESSAÇÃO

Abordagem cognitivo-comportamental

(motivação, estímulo e acompanhamento)

Farmacoterapia

Nicotínica (TRN)

– Adesivos

– Gomas de mascar

(Cuidado nos pacientes com doença CV que pode ser exacerbada pelo aumento da atividade simpática induzida pelo fármaco)

Não-nicotínica

– Bupropriona

– Nortriptilina

– Varenicilina

– Clonidina

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s