Vivendo mais tempo. Morrer curado? Filósofo Conte-Sponville

O grande Cícero, da velha Roma, escreveu um tratado sobre a velhice, como se fosse dela um grande conhecedor… Quando tinha cerca de 60 anos de idade. É comum viver hoje acima de 80 anos ou mais. A partir de 1900 a vida média nos Estados Unidos vem aumentando em 110 dias por ano, ou seja, a longevidade cresce cerca de sete horas por dia, chegaremos facilmente aos cem anos de longevidade média. A longevidade vai mudar o mundo em que estamos vivendo, e isso vai ocorrer muito breve. De todos os progressos científicos e técnicos que nosso século conheceu, nenhum nos toca mais de perto que os da medicina: eis nossa própria vida em sua intimidade biológica e psicológica, tornada objeto da ciência.

A medicina é tão antiga, ou falta pouco, quanto à civilização. Viver é sobreviver e o homem, porque se sabe mortal, teve de combater muito cedo e amiúde, sem sucesso, as manifestações das doenças. A medicina moderna salva vidas aos milhares, isto basta para justificar os meios que ela se proporciona. Mas quem não se preocupa com os meios (manipulações genéticas, células troncos)? O avanço científico da medicina é recente, mas a vida não. Nem a saúde. E o que é mais antigo que a morte? Daí um mal entendido entre os pacientes e os médicos. O que lhe pedimos? Que nos curem. Mas isso nem sempre é possível. Esperamos deles que nos curem, mas também que nos impeçam de morrer.

Com a morte a medicina traz em si seu limite ou seu fracasso. Profissão trágica, que se confronta com o pior, diariamente, e que só sabe adiar o momento de sua última derrota. citando Saint-Beuve: envelhecer é aborrecido, mas é a única forma de viver muito. Morrer curado? Que se possa viver muitos anos e morrer com boa saúde, atualmente não é absurdo e nem contraditório. Que a vida seja mortal não é uma razão para amá-la menos. Será uma razão, para amá-la ainda mais?

Rui Peixoto
Médico Cardiologista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s