Morte Súbita – Tempo é Vida

“La muerte súbita: Todo está en el corazón”
Professor Eduardo Hirschautt

A morte súbita mata 260 mil pessoas por ano no Brasil. Quando transmitida pela televisão durante um jogo de futebol, atormenta milhões de pessoas, em todo mundo. A primeira vítima foi Marc Foé, da seleção de Camarões. Tempos depois, a mesma cena: um jogador húngaro e recentemente um jogador do futebol brasileiro. A mídia dá maior atenção ao trauma da perda do que à morte por parada cardíaca de um cidadão comum. A morte súbita é uma fatalidade, não-esperada, não-violenta, não auto-infligida, em pacientes com ou sem doenças preexistentes, dentro de uma hora do início do evento.

No caso de morte não testemunhada, a vítima deverá ter sido vista passando bem nas últimas 24 horas.

Em Piacenza, Itália, com 250 mil habitantes, o índice de sobrevida à morte súbita era de 4,5%. Após a implantação do projeto Vida, de treinamento da comunidade e da instalação de kits com desfibriladores em pontos estratégicos da cidade, o índice de sobrevida subiu para 45,7%. O aeroporto de Chicago, onde passam 80 milhões de pessoas por ano, era considerado o segundo maior ponto de morte súbita da cidade. Lá foram treinados 5 mil funcionários e disponibilizados kits com desfibriladores. Com essas medidas, o índice de sobrevida saltou de 2% para 56%.

Qual é o clássico da corrente de sobrevida? Primeiro é fazer a população reconheçer a emergência e chamar por socorro. Segundo é a massagem cardíaca e respiração boca a boca. Terceiro é o uso do desfibrilador. Quarto é o médico.

A sede dos sentimentos não é o coração. A alma, se existir, está no cérebro, mas o coração é, de fato, o único orgão automático que se sente. Qualquer alteração nos seus batimentos é imediatamente percebida como um sintoma de algo no âmbito da emoção: “Te dei meu coração”. É do corpo a porção que sente saudade, ódio, amor, quase sempre tudo simultâneo. Hirschautt costumava dizer: “‘Todo está en el corazón”, mas é puro simbolismo. Vamos prevenir a morte súbita com um projeto – Tempo é Vida – para diminuirmos os índices que deixam tristeza, porque a morte súbita quase sempre nos impede de zerarmos nossas contas afetivas. E é o que importa.

Dr. Rui Peixoto
Médico Cardiologista

Anúncios

18 Responses to Morte Súbita – Tempo é Vida

  1. Betina Campos, Tempo é Vida é uma campanha que há muitos anos defendemos.
    Um abraço. Feliz com o teu comentário.

  2. Betina Campos disse:

    Doutor Rui, tudo bem?
    Li esse artigo no Jornal Sutiã, aliás li os seus dois artigos publicados lá.
    Eu sempre levo o jornal para casa, todos lá adoram e também fizeram largos comentários aos seus artigos.
    Já tivemos na família uma pessoa que morreu por morte súbita, estava no trânsito e após autópsia foi constatado isso.
    É muito preocupante isso, o pior é que ela simplesmente chega, sem sintomas nenhum…
    Parabéns pelos artigos.

  3. Caro Dr. Cidio Halperin, tu és uma referencia nacional em arritmia e disturbio de condução do estímulo. Indicaremos sempre, a tua consultoria.Feliz,com os teus comentários.Abraços, Rui Peixoto e Colaboradores.

  4. Cidio disse:

    Caro Dr. Rui, obrigado pela referência, gostaria de mais uma vez deixar meus parabéns pela intensidade e seriedade de seu trabalho para o esclarecimento de questões médicas do dia-a-dia.
    Abraços, Cidio

  5. Afonso, o diagnóstico da Síndrome do QT longo é feito através do eletrocardiograma de repouso.QT longo primário ( congênito) ou secundário ( uso de antiarrítmicos).Leia, em Colaboradores o artigo: Para que serve o eletrocardiograma. Entre em contato com o autor do artigo.Dr. Cidio Halperin.

  6. Afonso disse:

    Prezado Dr. Rui,

    Gostava de esclarecer uma duvida, o síndrome de QT prolongado é de fácil diagnostico? Ou seja, pode ser facilmente diagnosticado nos exames como ECG ou Holter 24? Ou uma pessoa com síndrome de QT prolongado pode passar desapercebida ou não ser detectada nos exames de diagnostico? Obrigado. P.S. Obrigado por ter feito este blog é de muita utilidade.

  7. Andrea Karla, os sintomas descritos são de dor toracica, não coronariana.( discopatia cervical: coluna cervical?) Leia, em Colaboradores o artigo Transtornos de Ansiedade.Um Teste ergométrico, ( eletrocardiograma de esforço) seria um ótimo exame para avaliar o seu coração.Consulte um cardiologista.

  8. ANDREA KARLA disse:

    DR.- TENHO 40 ANOS . UTIMAMENTE TENHO SENTIDO MUITA DOR NO PEITO,DORES NA COSTA, PESCOÇO BRAÇO ESQUERDO FALTA DE AR, ANSIA DE VOMITO FURMIGAMENTO NO BRAÇO ESQUERDO E PONTAS DOS DEDOS,
    MUITA DOR DE CABEÇA TB .. GOSTARIA DE SABER SE ISSO É COMEÇO DE IMFARTO … ESTOU GRUPO DE RISCO EX FUMANTE, ESTRESSADA NEVORSA DE MAIS … VOU AO MEDICO SO ME RECEITA UMA INJEÇÃO FAZEM POUCO CASO E NÃO ME PASSA EXAMES PARA DESCOBRI O QUE REALMENTE TENHO… POIS MINHA FAMILIA MORRERAM QUASE TODOS JOVEM, COM INFARTO, DERRAME … ME AJUDE POR FAVOR

  9. cardiologista rui peixoto disse:

    Selma, Estenose Aórtica bicúspide é uma cardiopatia congênita comum em adultos. ( a valvula aortica normal tem 3 cúspides) Fique tranquila. Acompanhamento clínico anual com um cardiologista.

  10. SELMA disse:

    meu filho tem 26anos portador de sopro quando criança , tem sido acompanhado nada dava agora surgiu um doença chamada valva biscuspide aortica , porem deu que as raizes estao normais , que devo fazer , estava sentindo muita dor de cabeça , gostaria que me explicase mas sobre esta doença congenita , o pai morreu de infarto do miorcardio com 36anos . me responda por favor DEUS ABENÇOE

  11. cardiologista rui peixoto disse:

    Dr. Cidio Halperin, um dos cardiologista mais respeitados no Brasil em Eletrofisiologia e Arritmias. Honrado, com o teu comentario. Escreva, um artigo sobre este assunto tão fascinante, teriamos imensa satisfação em publicá-lo e divulgar o seu Blog: http://foradoponto.blogspot.com. Um abraço. Rui Peixoto.

  12. Dr Rui, parabens pela clareza na exposição de pontos tão controversos da cardiologia. O esclarecimento de todos é o caminho para que as melhores decisões sejam tomadas e a população beneficiada. Abraço, Cidio Halperin.
    PS: o blog http://foradoponto.blogspot.com é voltado ao esclarecimento sobre arritmias cardíacas e melhorias no sistema de saúde.

  13. cardiologista rui peixoto disse:

    Joana, a cirurgia não é um procedimento complexo. O nosso Guerreiro, esta em boas mãos. Confie nos médicos dele.

  14. joana vale disse:

    Caro Dr.Rui meu amigo q por sinal é medico tbm,esta c/ 1 problema serio pois tem:1 marcapasso,2 stents e agora colocou 3 pontes safenas, e ja fazem 3 meses e meio, durante esse tempo apresentou sintomas como: dispneia,ascite,edema nos membros inferiores derrame pleural. quero saber do sr. se meu amigo tem condições de fazzer a cirurgia de retirada de pericardio pois o Dr. falou q ea pericardite constritiva, so esqueci de mencionar q esse meu amigo obteve cancer a mais ou menos uns 15 anos atras, por favor Dr. me der 1 esperança q é muito sofrimento para ele e para nós q convivemos c/ ele pois assim como o sr. ele é 1 excelente profissional, pois acho q se ele fosse para são paulo ou curitiba quem sabe ele não ficaria bom logo pois ai tem mais recursos q aqui no ceara o sr. não acha q ai ele seria melhor avaliado? Peço a Deus que ilumine ao sr. e ao meu amigo pois eu o amo muito por favor me der alguma esperança……………

  15. cardiologista rui peixoto disse:

    Megg,a ablação é o mesmo procedimento de um cateterismo cardíaco, igual ao estudo eletrofisiológico. Fique tranquila.Converse com o seu cardiologista.

  16. Megg disse:

    Dr. tenho arritmia cardiaca, farei a ablação em breve. Quais os riscos q corro? Tnho medo de morrer na cirurgia,por mais q eu leio ainda me apavoro.o risco da arritmia voltar apos 0 estudo eletrofisiologico é muito grande? Desde ja obrigada.

  17. cardiologista rui peixoto disse:

    Franciele, leia em colaboradores o artigo: Transtornos de ansiedade.

  18. franciele ferrari disse:

    DR. tenho 24 anos sinto falta de ar,dor no peito medo de morrer que vou infartar ou que vai me dar um derrame,tenho muito medo tudo porque tenho problema de sopro e na válvula mitral não preciso de medicamento porque na válvula mitra é leve mas tenho muito medo que alguma coisa vai acontecer comigo.
    O que eu faço pra tirar essas bobagens na minha cabeça?
    Não aguento mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s