O Final do Ano e as Travessias do Sofrimento

As palavras delicadas do psicanalista J.D.Nasio em as Travessias do Sofrimento, afirmam que a dor é a última muralha contra a loucura. No registro dos sentimentos humanos é efetivamente o derradeiro afeto, última crispação do eu desesperado, que se retraí para não naufragar no nada.

Dois antigos médicos da instituição conversando sobre as aflições do final de ano: ” O hospital superficializa as suas perdas. Morreram este ano o equivalente a uma pequena cidade de 3000 habitantes”. “Em contrapartida, atendemos mais de um milhão de pacientes!” Consolava o que trabalha no Centro Cirúrgico, citando na sua argumentação o poeta Thiago de Mello: ” A morte é indolor, o que dói é o nada, o que a vida faz do amor.Sopro a flauta encantada e não sai nenhum som.Levo uma pena leve de não ter sido bom.E no coração neve”.


Nos juntamos a eles contando a história que afligia um pai que perdeu seu filho de morte violenta nas travessias de ano – ” Há momentos que a dor é tanta que não sabemos onde nos apegar e pensamos em desistir. Queria somente um segundo para dizer ao meu filho que o amava”. No final do ano vimos este pai em Trabalho Voluntário assistindo familiares de pacientes em fase terminal, simbolizando sua ligação eterna, serena e consciente com seu filho. O sentimento de perda estimulando a generosidade.

Trabalhando com pacientes terminais observamos o quanto o morrer é gerador de aflição nos familiares, mesmo sendo fato esperado. Final de ano, final das travessias dos sofrimentos intoleráveis.

O importante é que a dor da perda, iguala os seres humanos.
E a perda pode ser apenas: “Um vazio, uma saudade do que se viveu. Ainda.”

Dr. Rui Peixoto
Médico Cardiologista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s